sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Q sejamos felizes sempre* Q DEUS ABENÇOE TODOS NÓS ***

Daqui alguns dias será NATAL e depois o começo de um ANO NOVO* Q todos nós possamos desfrutar da realização de sonhos* de coisas boas* Q em 2010 possamos sorri mais de alegrias* pular de felicidades* comemorar sucessos, sejam profissionais, sejam pessoais* Q possamos superar obstáculos com sabedoria* Q nos amemos mais a nós mesmos e outros* Q sejamos felizes sempre* Q DEUS ABENÇOE TODOS NÓS ***









quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Ela quer voar



























Foto: olhares.com



Ela olha pela janela
O vidro tira o brilho do céu
Ela quer sair dali
Quer voar
acima da copa das árvores
Paredes pintada de azul e branco
Uma mesa com quatro cadeira
Papéis no chão
Um pen drive sobre a mesa
Um vaso de planta próximo da janela
Ela quer sair dali
Quer voar
Quer conhecer
o outro lado do mundo
O ar condicionado ligado
um frio
De sobretudo, cor preta
Blusa branca
Um belo colar no pescoço
Abaixo da cintura
uma calça jeans,
sapato social
Ela quer tirar tudo
vestir uma roupa de verão
Ao abrir a porta,
o barulho cinzento dos carros
Angustiante
vida urbana
Ela quer respirar outro cheiro
Andar entre as flores do campo
Ela quer voar ...



Luciane Moraes

segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Sobre a sombra de uma árvore
















Foto: google.imagens


Sobre a sombra de uma árvore
eu me deito
eu durmo
eu sonho

Sobre a sombra de uma árvore
ela e ele
passaram horas conversando
abraçados

Sobre a sombra de uma árvore
eu saboreio
seus frutos doces

Sobre a sombra de uma árvore
um poeta
um fotógrafo
e um pintor

Sobre a sombra de uma árvore
o poeta
escreve
poesias de amor

Sobre a sombra de uma árvore
o pintor
desenha
a percepção do seu olhar

Sobre a sombra de uma árvore
um fotógrafo
capta através da lente
uma borboleta
sobre a folha caída ao chão


Luciane Moraes

terça-feira, 24 de novembro de 2009

Sabiá



Foto: olhares.com


Sol que brilha forte
faz a pele arder
Ouço o canto
do Sabiá
Que canta, repentinamente
Sabiá! canta! canta!
Pede chuva.
Que a chuva
molhe a terra
e faça o igarapé transborda


Luciane Moraes

Sabiá



Foto: olhares.com


Sol que brilha forte
faz a pele arder
Ouço o canto
do Sabiá
Que canta, repentinamente
Sabiá! canta! canta!
Pede chuva.
Que a chuva
molhe a terra
e faça o igarapé transborda


Luciane F. de Morais

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Açaí














Foto: google.imagens

Quem não gosta de açaí?

É quem nunca provou.

A moça vai ao mercado
compra 2 litros de açaí.
Chegando em casa,
coloca na geladeira.
Ao ficar frio,
coloca duas conchas de açaí no prato,
acrescenta 2 colheres de farinha e açucar
e saboreia.
Outros preferem colocar no copo e tomar puro.
Bom também, é tomá-lo direto da fonte;
açaí tirado do pé,
coloca na bacia,
com água morna para amolecer
os caroços;
depois de amassados;
coa-se o açaí
Aí, está pronto
para ser saboreado.



Luciane Moraes

sábado, 14 de novembro de 2009

Tetéu


-->
Foto: google imagens
Senhasú azul da cor do céu,
cinza da cor da nuvem.
Vistes o Tetéu;
Tetéu, onde vais com tanta pressa.
Esperes por mim
Curió negro da cor da noite,
pequenino e cantador,
a cada canto, um pulo;
diga-me, por onde andas o Tetéu;
João de barro, meu amigo,
o seu ninho é uma arte.
Tu sabes, em que lugar da praia estar o Tetéu.


Luciane Moraes

terça-feira, 10 de novembro de 2009

sábado, 7 de novembro de 2009

GAIOLA





Imagem - fonte: http://belos-passaros.blogspot.com/



Me tira desse mundo tão sombrio
não tenho mais força
quem sou eu
Estou alienado
Me tira daqui!
Estou ferido
minha alegria acabou
estou sufocando
vou morrer
O que eu fiz!
O que eu fiz!
Por favor! me tira daqui!
As minhas asas
é minha vida
eu não consigo
abrir minhas asas
Eu canto
um único canto - "Socorro"
me tira daqui!
As árvores
as folhas
as flores
o lago
eu quero meu mundo
de volta
Me tira daqui!
Por favor!
Por favor!
Me tira daqui!
deixa eu viver
me leva de volta
ao meu mundo "Floresta"

ME TIRA DAQUI!!!



Luciane Moraes

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Movimento Social





















Foto: google imagens


Movimento?
Movimento social!
Igualdade, Liberdade, Fraternidade!
Não, acredito em movimento social!
Olha! seu Chico não levanta
daquela cadeira,
para mandar seu vizinho
desligar aquele bendito som,
que pertuba todas as noites;
Tem gente que se diz
- Revolucionário!
Engraçado! quando o sapato aperta
é o primeiro a troca de posição;
Ah! tem aqueles defensores do meio ambiente,
é só agente oferecer uns dólares
e a pessoa assina contrato
para a retirada de madeira
em área ilegal;
a mil e um exemplos, mas vamos parar por aqui, por isso vai longe . . .



Luciane Moraes

terça-feira, 3 de novembro de 2009

As folhas querem falar ...



















Foto: Luciane Morais (tirada no PZ - Parque Zoobotânico -UFAC)
As folhas querem falar
o vento fala por elas

A terra quer falar
a chuva fala por ela

A fome quer falar
o dinheiro fala por ela

O barco quer falar
as águas falam por ele

A flor quer falar
o sol da manhã fala por ela

O tempo quer falar
o relógio fala por ele

O amor quer falar
o beijo fala por ele



Luciane Moraes

sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Foi tão bom te ver
















Foto: google.imagens


Ah! você
há dez anos
nos conhecemos
dois meses atras
nos vimos
porém, não nos falamos
apenas nos comprimentamos
mas, hoje
ao vê você
quis me aproximar
Como você está lindo
o tempo fez bem a você
conversamos
você conversou
alegremente
falou baixinho
perto de mim
Foi tão bom
conversar com você
ouvir você
te ver sorrir
A distância
senti
que só me fez
amar você
Quando nos veremos
novamente
quero estar
perto de você
foi tão bom te ver



Autora: Luciane Moraes

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

sábado, 24 de outubro de 2009

NATUREZA EM LUTO


Foto: google.imagens



A máquina mirando o céu
Uma foto revelou

que o céu perdeu sua cor


Uma cinza preta

voa pela força do vento

pousa na minha cama
pela janelae revela a morte de uma árvore
Grupos sufocados
cançados do grito

a mídea quer mais

o que eles não querem
a natureza em luto
O capital se esconde
nas novas ideologiasempresas se vestem
do lema "sustentável"
demagogia...demagogia


Quem liga

para o bem-estar da natureza

manejo florestal?
teoria do disfaçe

o lixo está debaixo do tapete
Um avião sobrevoa a floresta
uma foto revelou
o cimitério das árvores
Hipocrita de quem pensar
que há ressurreiçãoque há transformação
...... NÃO ......
No fim
teus olhos viram
o "deserto"




Autora: Luciane Moraes






sexta-feira, 23 de outubro de 2009




DIA 31 DE OUTUBRO NO SESC-BOSQUE
VENDA DE INGRESSO NA IBB


quinta-feira, 22 de outubro de 2009

INDIOS KAAPOR AMAZONIA BRASIL





Fonte: youtube.com

Quando criança

















Foto: olhares.com


-->
Quando criança
descia o barranco
e subia
com um vaso de água na cabeça

Quando criança
ia brincar no terreiro
de pega-pega
e brincadeira de roda

Quando criança
se balançava
no galho de árvore
cantando música sertaneja

Quando criança
ajudava os pais a apanhar arroz no roçado
Quando criança ia para a casa de farinha descascar macaxeira
Quando criança ganhava o campo a procura de ovos de galinha
Quando criança tomava banho no igarapé Comia maracujá brabo do mato
Quando criança passava horas olhando o gado moendo capim
Quando criança brincava na praia enquanto o pai jogava a tarrafa pra pegar bodó
Quando criança tomava banho de chuva enquanto colocava o bezerro no cural
Quando criança viu um galo-da-campina sob os galhos do pé de Tangerina
Quando criança comeu midubim que os caboclos ofereciam quando iam subindo o rio
quando criança era féliz e hoje mais ainda de lembrar o passado de quando era ainda uma criança


Autora: Luciane Moraes

terça-feira, 20 de outubro de 2009

Vagalume



Foto: olhares.com


Olha a pequena luz

brilhando na mata

o vagalume

vagalume . . . vagalume

volta

eu preciso da tua luz

eu não estou vendo nada
vem, me mostra a saída

preciso sair dessa mata escura



Autora: Luciane Moraes

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

CHICO MENDES

,




















Foto: google.imagens

-->

Quem era Chico?
Para muitos, Chico é o herói
Para outros, Chico
é um símbolo de uso político
Então, quem era Chico?
Chico foi um cidadão
Chico era pai de três filhos
Chico era seringueiro
Chico lutou pela floresta
fruto da sua sobrevivência
O fazendeiro derruba
a seringueira
O seringueiro fica sem terra, sem comida
Chico lutava
para ter o que era seu
Chico era esperto
uniu um discurso global
com seu discurso local
Chico ressurgiu
no discurso ambientalista
Chico representa hoje propaganda política
Porém, com Chico reconhecemos nossa identidade acreana
Autora: Luciane Moraes

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Olhe! pra mim* oh! Deus



















Foto: google imagens



Olhe! pra mim
oh! Deus
Que o gado
tomou minha terra
Estou na cidade
na periferia
na miséria
Quero terra
quero plantar
quero comer

Olhe! pra mim
oh! Deus
A terra é meu trabalho
a terra é o meu sustento

Olhe! pra mim
oh! Deus
Queimaram a floresta
Minhas crianças estão aos prantos
A chuva acabou
estou na seca

Olhe! pra mim
oh! Deus
Que esse tal de Desenvolvimento
posto aí
não chega
no meu prato
Estou cansado
Meus companheiros
se alistaram
na política



Autora: Luciane Moraes

Deus


Foto: olhares.com



No despertar da madrugada
um barulho

orei:

"em paz me deitarei e dormirei,

pois só tú, senhor,
me fazes habitar
em segurança" (Sl 4)
Alivio! o barulho

era apenas um gato

pulando o telhado
Então, quem me despertou?
Foi o senhor



Autora: Luciane Moraes

Espaço mítico






















Foto: google imagens



Seringal Fortaleza
lá existem
índios brabos
Matam os homens
com flexadas
Mas, os homens
se arriscam,
vão lá caçar
Anta
Tem muitas delas lá
A Funai já tentou
se aproximar dos índios brabos
Deixa açucar e sal
mas, eles não
se deixam amansar
Subindo o rio Embira
depois do seringal Monte Verde
o rio fica apertado
e sombrio
Passa o seringal Fortaleza
sob as águas de barco
umas 2 horas
chega na mata fechada
muito fechada
Lá tem Onça, Anta e índio brabo
É preciso ter muito cuidado
se eles sentirem a presença do homem
branco,
os índios arqueiam as flechas
e os homens correm para o barco,
ligam o motor
aumenta a velocidade
e desistem de caçar Anta.



Autora: Luciane Moraes

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Subindo o rio Embira


















Foto: Ségio Vale. Retirada do blog/Edvaldo Magalhães



SUBINDO O RIO EMBIRA/FÉIJO/AC


5 horas da manhã, arruma as coisas: roupa, comida. Na canoa, põe um agasalho, liga o moto e vamos subir o rio Embira de Féijo ao Seringal Riachuelo. Olho pra trás - ficam as ruas, bicicletas, pessoas comprando o pão na padaria, luz da cidade, até outro dia.
Do lado esquerdo do rio, um banco de areia, acima o campo com cabeças de gados nelores e búfalos. O vento que bate gelado, estamos indo pra casa, um dia e meio de viagem.
As margens do rio, casas de caboclos, são iguais a nós apenas exagerados na vestimenta, cores diversas, tons vermelho colorau no rosto, brincos, muitas pulseiras no braço.
A cidade vai ficando pra trás - é bonito de se ver.
O barulho das águas, lentamnete as árvores vão passando, a garça que voa, plantio de melancia e feijão na praia. Bem! que deveriamos parar e levar algumas, mas não dá pois, tem dono.
Uma casa em terreno de declive alto, o terreiro com panpolas e rosas, as crianças mal vestidas e suja e o cachorro vira-lata, correm para ver o barco passar, que lentamente força as águas que deslizam em sentido contrário.
Hoje é um daqueles dias, que o sol levanta cedo e põe seu brilho pra raiar, o ceú com poucas nuvens da sentido de não chover. Bem! melhor assim, pingos de chuva, correr o risco de nos molharmos, mesmo estando coberto de lona.
Galhos de árvores as margens do rio, um tracajá descansa tomando sol, as mulheres lavando roupa e a louça do café da manhã; leite tirado da vaca que estava no curau enlaçada; macaxeira cozida, a banana, a farofa de carne. Depois, de comer a mulher pega as roupas e vai a cacimba ou ao rio; o homem sai pra pescar no lago. É a vida do ribeirinho, na santa paz de cada novo dia, que acordam ao cantar do galo, vai pra roçar plantar milho, colher arroz. E quando não farinha no camburão, junta família toda a colher mandioca, descasca, põe pra moer e leva a massa ao forno. As crianças ficam felizes com o "beijuzinho de coco".
Agora, estamos passando pelo campo verde, largo com três árvores solitárias, o gado a pastar. O barranco muito alto, de cima desce água construindo um filete. A mata fechada, galhos de árvores com folhas largas que beijão o rio.

E assim a canoa vai subindo o rio...



Autora: Luciane Moraes


















Foto: Lenilda Vieira, Agosto de 2009

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Casa-se comigo

Foto: google imagens


Quais as duvidas do teu coração?
Oh! menina dos cabelos ruivos
unhas azuis
sapato de marca
fivela de prata no cabelo;
Oh! menina filha do arco-íris
porque jogaste no lago
o anel que te dei;
mesmo assim
eu insisto
olhos da manhã
neblina que cobre as flores do campo
casa-se comigo;
Que! queres te faça
que seja o sol
que seja heroí
o pintor
o poeta
o músico
serei o verdadeiro romeu
sob o jardim
cantarei em frente
a janela do teu quarto
cantarei . . . cantarei
meu amor
por te
Enviarei uma borboleta
a posar em teus cabelos
na noite de lua nova;
Oh! menina dos meus filmes românticos
que chorei como menino sonhador
Oh! menina vem comigo
molhar os pés
nas águas do mar
As estrelas do céu
a nós olhar
Lírios
a brincar
na areia do mar;
Fala pra mim
quais as duvidas
que carregas
o teu coração;
não te feches
assim
comigo
Aceitas meu pedido
casa-se comigo
para que eu seja
somente teu
minha menina
que vive nas águas
da lagoa
cor de arco-íris


Autora: Luciane Moraes

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Violino

Foto: olhares.com

-->
Ah! se eu tivesse um violino;
Quem derá ter uma canção;
Canção, pra cantar.
Pra te a noite, até o dia amanhecer;
Beijar teus lábios
e dizer "eu amo você".


Autora: Luciane Moraes

Bacurau

Foto: google imagens

Bacurau!
vem cá
menino tímido
Corro pela praia
a tua procura
mas, tu
te escondes
atrás
dos bambus


Autora: Luciane Moraes

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Um passado no campo


Foto: google imagens

Mata fechada,
um campo
50 cabeças de gado.
De manhã, meu pai
ia para o cural,
tirar leite da vaca.
Mamãe
cozinhava o leite
e comiamos com farinha
e batatas de inhame;

Papai, mamãe, eu e meus irmãos
iamos para o roçado
colher arroz;
A tarde meu pai
pegava a espingarda
e ia para mata
caçar Nambu;
A noite ficavamos
a brincar de historinha
eu e meus irmãos
"Corre, corre lacutia, sai de noite, sai de dia, vai buscar um bocadinho para comer no outro dia"
E a lua cheia
a clarear
nossa noite
escura de lamparina


Autora: Luciane Moraes

terça-feira, 22 de setembro de 2009

Som de Deus

Foto: olhares.com


Na ma
drugada
ouvindo o som de Deus;
bate na janela
e acordo as 6 da manhã;
quero andar
com o senhor;
Levas-me contigo.


Luciane Moraes



sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Duvidas!!!


Foto: olhares.com


O que farei
a que caminho seguirei
oh! duvidas

É cruel
invadi o meu coração
o primeiro
e o segundo
conflitam
pra saber
quem é o melhor

Oh! duvidas
o sonho
ou o bem material
qual a minha sina?

Se sigo
o destino
féliz ficarei

Se sigo
o inverno
infeliz ficarei

Oh! é triste
a resposta
porque
não sei

Alguêm
me ajuda
estou com duvidas

1 ou 2
qual o melhor
para mim

O estudo
pelo dinheiro
ou viver com fome
por alguns anos

Cruel! alguêm
me ajuda

Lutar
pelo sonho
vale apena
mesmo
que custe
algumas
gotas de sangue


Autora: Luciane Moraes

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

O gato

Foto: google imagens

O gato vai devagar ... devagarna noite escurasem luaesem estrelao gato vai
devagar . . . devagar




Autora: Luciane Moraes

sexta-feira, 7 de agosto de 2009


Foto:google imagens


corre ... corre

que lá vem o vento
vai levar a telha
da casa
que estar solta;
corre ... corre
que lá vem o trovão
vai trovejar
relampear
acima do telhado;
corre ... corre
que lá vem a chuva
vai molhar a terra seca
que pedia por Deus "água";
corre ... corre
que lá vem a enchente
cobriu as ruas
a correnteza levou
o carro
que estava próximo a calçada
corre ... corre
que lá vem a água
está subindo nos barracos
tira o colchão
e as crianças;
corre ... corre
vai para o abrigo
não te preocupas, com as coisas
que ficaram
tenha fé
o Senhor fará você restituir
tudo em pouco tempo
e com menos gastos.



Autora: Luciane  Moraes