quinta-feira, 15 de abril de 2010

O acreano que conheço




















Acreano,
um mergulho no rio
de águas brancas
A canoa com peixe
e banana
e o remo

Acreano,
um turista no próprio lugar
de vivência
encantado pelas belezas da cidade

Acreano,
o sofrer e o chorar
de quem vive as margens do rio
na época de muitas chuvas

Acreano,
O dar a volta por cima
depois de um dia anormal

Acreano,
sai para se diverti a noite
mas, ao domingo de manhã
estar com a família reunida

Acreano,
assisti o jornal da manhã
ao mesmo tempo que toma café
e pega o ônibus para o trabalho

Acreano,
que estuda quando quer
e vence quando quer

Acreano,
honesto e solidário
amante da natureza

Acreano,
de todos os lugares
Que aqui ficou
de amor pela terra

Acreano,
cheio de histórias folclóricas
versos falados do passado ao presente

Acreano,
filho da borracha
ouro negro, de um passado histórico

Acreano,
vivente da paisagem, de florestas
campos
e rios meândricos

Acreano,
nascido da floresta
e o mandamento:
"Não queimarás toda floresta;
Se assim quiseres sobreviver"

Acreano,
doceiro por bombons
de cupuaçu e castanha
A noite, só volta para casa, depois do tacacá

Acreano,
louco por suco e sorvete de açaí
abacaxi de Tarauacá
e a farinha de Cruzeiro do Sul

Acreano,
abençoado por Deus
e bendito por natureza

Acreano,
o raiar do sol
sob a lente do fotógrafo
sobre a sombra da gameleira

Acreano,
cantor, professor
pintor, ator ...
um povo de qualidade

Acreano,
poeta; poetisa
sentados no banco da praça
sob o som do sábia

Acreano,
sonhador
sempre féliz
como os pulos do curió,
quando canta

Acreano,
respeite a natureza
e tudo o que há nela

Acreano,
orgulho de viver
onde vive
de ser o que é,
acreano!




Lu*Moraes

Foto: http://www.ac.gov.br/

4 comentários:

  1. Olá Lu
    Acho muito legal o amor que você tem por sua terra. Eu também tenho o maior orgulho das montanhas de Minas.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Especial esse seu poema.
    Que mostra todo o orgulho de pertencer a um lugar tão bonito e diferente.
    ah, como eu gostaria de ter conhecido o Acre! Mas um dia eu vou!
    Lindo texto. E quero passear de canoa, pegar um peixe... comer um tacacá, açaí...

    ResponderExcluir
  3. Hola:
    Me gustó mucho y describes muy bien tu amor por tu tieera, Eso es bueno.

    Me parece a mí, Acre es la vida?

    Un abrazo.

    ResponderExcluir
  4. Oi Lu,
    você nos surpreende a cada novo poema.
    Este revela um pouco de nossa alma acreana. Parabéns!

    Um abração!

    ResponderExcluir

Críticas, sugestões,...Tudo é bem vindo! Fique a vontade!

Amigo(a)! Muito obrigada! Pelo seu comentário!
TUDO DE BOM! Pra você! FELICIDADES!!!