sexta-feira, 29 de abril de 2011

Livro – Linguagens e Identidades da/na Amazônia Sul-Ocidental

Temas:

1- Cidades e florestas, trajetórias, tradição, modernidade e práticas discursivas

2- Questões indígenas, educação, oralidade e letramento


3- Artes, literatura e identidades


4- Questões de ensino-aprendizagem de língua portuguesa e língua inglesa, oralidade e escrita

Editora: Edufac

quarta-feira, 27 de abril de 2011

Trabalho = castigo

















O trabalho é uma visão dos infernos!
Quando tu vivias no paraíso. No jardim de Deus. Tudo tu tinhas.
Não havia suor, em teu rosto. Porque, não precisavas trabalhar.
Vivias em pleno ócio!
Mas, tua ganância, em querer descobrir outros sabores, tu és castigada.
Homem e mulher! Teu castigo é o trabalho.

Por Luciane Moraes

"Aprisionados por Promessas". Veja este Vídeo! Clique aqui!

segunda-feira, 25 de abril de 2011

Um selinho pra vocês, meus queridos amigos!

Ofereço também este selo a todos os meus seguidores! Amigo! Se gostar, pode levar!
Alexandre Mauj - Lost in Japan
Beatriz - JUBIART
Bob - Birds and Nature in the Forest of Dean
Chica - Lugares, Recordações e Coisinhas
Cláudia luz - Amor sem fim
Carlos Soares
Denilson - Blog Amazônia Real
Ediney Santana- Non, je ne regrette rien
Eros - O DIÁRIO DO GATINHO EROS
Fernando - Foto ao Acaso
Flavia - Adote um Focinho Carente
Isaac - Alma Acreana
Juci -Compromisso com O Acaso
Kinha -AMIGA DA MODA
Leovi - La Fotografía Efectista Abstracta. Fotos Abstractas. Abstract Photos.
Lili - Mundo da Lili
Márcia -MEUS PENSAMENTOS
Margoh - Pelo céu da Minha Boca
Mira - A moda da Mira
Ná - Na casa do Rau
Otonio - FOTOS SIN PORQUE
Rui - OLHAR D' OURO
Sônia - UM VENTO NA ILHA
Tânia - Rabiscos e Sentimentos
Wanderley - Novas Estações

Obrigada, sempre, pelo carinho de vocês. Amo receber comentários; visitas.
Muito obrigada, meus amigos!
Uma excelente semana a todos!
Um forte abraço,
Luciane Morais

sexta-feira, 22 de abril de 2011

Revendo os conceitos

Lendo o artigo “A ressurreição transformou-se num feriado” do blog “Genizah”, vi como as coisas do mundo me engana, e esqueço os verdadeiros valores da vida. A semana da Paixão de Cristo se torna um feriadão. Sendo que o verdadeiro sentido “RESSURREIÇÃO”, é dias de reflexão, rever os conceitos, repensar na vida. Mas, como cada um de nós temos nossas crenças, termino com a seguinte frase – “Que esses dias sejam de PAZ; De sentimos puros na presença de Deus. Que a páscoa seja, o sentido de nascer de novo, purificar o espírito, se encher do amor Deus”



Por Luciane Morais

quinta-feira, 21 de abril de 2011

Feriadão!




















É feriado! Que tal sair um pouco da cidade. Ir para um sítio; chácara... Ficar mais próximo da natureza. Tomar banho de açude. Andar a cavalo. Pescar. Observar os pássaros. Tirar fotos. Contemplar todo o verde a sua volta.

Bom feriado a todos!

Meus lindos! UMA FELIZ PÁSCOA!








quarta-feira, 20 de abril de 2011

Aos pés da cruz

Semana Santa. Não se come carne. De quarta até sexta, são os dias do peixe. Dias do famoso bacalhau. Tradição perfeita dos portugueses. Do supermercado a mídia, só se fala nas receitas de bacalhau. Que delícia! Dá água na boca, quando vejo essas receitas. Eu gosto muito de peixe, até prefiro, do que a carne.

Essa semana eu sigo a tradição. Não sou mais católica (sou evangélica), mas fui criada nessa tradição, de não comer carne nesses dias, obter silêncio nos dias 21-22/04 – sofrimento de Jesus. Não no sentido, de comemoração a morte, mas sim, em respeito à tradição.


A verdade, é que todos os dias devemos estar com Deus, em nossas vidas. Porém, tem gente que só pára pra pensar no cristo, nesses dias. É triste!


A ciência distorça totalmente a vida do filho de Deus. E conheço muitas histórias, mas, desde que me entendo por gente (rs), Deus existe aqui dentro de mim. Eu creio! No Pai, filho, e Espírito Santo, como um único Deus.


Um forte abraço,
Luciane Morais

terça-feira, 19 de abril de 2011

Enchente do rio Acre


















Chuvas nas nascentes. O rio encheu. E as gentes viventes nas margens – um desespero, a água entrou na casa. Corre! Pede socorro! Bombeiros! Ajudem!
As gentes improvisam, usam a caixa d’água como travessia.
A mulherzinha! Em desespero “[...] agora vou perder tudo de novo, porque tá tudo debaixo d’água [...] porque não estão tirando agente” (fonte: Agazeta.net)
A criançada brincando na água.
Cuidado!
Quem não pode transportar todas as suas coisas, fica apreensivo – com os chamados “ratos d’água”, são ladrões que se aproveitam para furtar.
Triste! Situação.
O pátio do Parque de Exposição abriga a maior parte dos desabrigados, da enchente do rio Acre.
Prefeitura e governo lançam campanha











Veja o vídeo - clique aqui

*Segundo o site Agazeta.net - o rio Acre já dá sinais de vazante.


Por Luciane Morais

sábado, 16 de abril de 2011

Do mato – A cidade



















Botecos
Botequins
Caipirinha
Eu me embriagava
nas águas de cana
Tudo por causa dela:
A deusa dos cafezais
A deusa dos canaviais
A deusa do lar
Suas mãos sujas,
comidas pelo trabalho
O suor a escorrer
no teu rosto
Sem marido -
cuida dos filhos
Nessa cidade -
sem pão;
sem colchão
Eu, menino
Pião
Ajudante de pedreiro
Seringueiro
enamorava as tuas mãos molhadas,
quando as lavavas
naquele chafariz,
no centro da cidade
***
Me doía
Deusa, me doía
Aquele vagabundo
que te batia
No abri a porta -
a lágrima caía
E tu choravas,
em teu quarto,
negro e pálido
***
Rapazinho, já
Não sei quem é meu pai!
Sou filho de muitos homens
Sou filho da prostituta dos seringais
Talvez,
meu pai
seja um homem descorado
Acabado! Pelo leite da seringa
Pés cansados,
embrenhando aqueles varadouros,
pelo não sem FIM
Pode ser –
que meu pai
seja,
O caboquinho
Ou aquele esbugalhado olho
do Mapinguari
tenha gerado-me
Nessas matas
de cobras
Nessa terra
Molhada,
grávida
de lendas
Fantasma de homem!
na solidão
Desse pedaço
de chão
O “Inferno Verde”
de Rangel
“Paraíso perdido”
de Euclides
Dos navegantes
Dos coronéis
Dos homens
vingados
pelo Judas-Ahsverus
Pobre! Dos meus antepassados
não poderão escolher:
O campo
ou a cidade.

Por Luciane Morais
E-mail: olharacreano@gmail.com

segunda-feira, 11 de abril de 2011

sábado, 9 de abril de 2011

Para além dos meus sonhos
















Quantos sonhos guardamos em nossas mente?

Sonhos de uma noite de verão.

Sonhos de um “Eldorado Perdido”.

Sonhos de uma “Atlântida”.

Que sonhos guardamos em nossas mente?

Sonhos de um casamento perfeito aos teus olhos, ao teu coração.

Claro, muitos não acreditam em perfeição. Mas, se você é sábio e tem muito amor por você, e por quem estar ao teu lado, com sabedoria transformará as imperfeições em perfeições. Quem disse: que a fera não pode amar?

O encontro com a bela o transformou.

Os sapos também poderão ser príncipes.

Obviamente, teu coração não escolhe quem amar, mas usando da razão com sabedoria, você pode ajudá-lo nas escolhas. E lembre-se não existe a pessoa perfeita pra você. O que existe são afinidades próximas as suas, e que você pode olhar as imperfeições num olhar de perfeição.

Aí, poderá ter um casamento dos sonhos, a partir do momento que aprenderes a amar. Olhe! Este casamento pelos olhos de Deus.

Sonhos de riquezas.

Nadar em mares de dinheiros, realizar os mais secretos luxos. Ter tudo ao seu alcance.

É sonhos!

Aquele trabalhadorzinho, com sua fardinha suja, velha. Na hora do almoço, vai até a lotérica fazer uma apostadinha.

Sonhos! Deixar de ser pobre. Nascer de novo. Nascer rico.

"Zeitgeist" – dinheiro é o destruidor da humanidade. A tecnologia é que nós faria viver melhor, sem o dinheiro.

Sonhos de futuro!

Sonhos de Agora!

É presente, é hoje que se trilha pelos sonhos. É no dormir ao acordar – metalizando, trilhando, batalhando, buscando pelos seus sonhos.

Sonhe alto! Sonhe, além dos teus sonhos.

Sonhe! Com o coração limpo, com bondade, com amor, para que teus sonhos se tornem realidade.

E nunca se esqueça! Como Augusto Cury – “NUNCA DESISTA DE SEUS SONHOS”


Por Luciane Morais

E-mail: olharacreano@gmail.com

Meus lindos amigos! Um excelente final de semana pra vocês* TUDO DE BOM* PAZ * AMOR * LUZ * SUCESSO * ALEGRIAS * SABEDORIAS * FELICIDADES *



* Que possamos sonhar um mundo mais justo, mais humano. Que os seres desse mundo, possam ter um coração de amor a se próprio e aos outros.
Que Deus dê força e conforto as pessoas que passam por certas tragédias. É dificil explicar as razões de seres que se dizem humanos realizarem tamanhas monstruosidades, sem dor e nem piedade. Não compreendo, alguém que viva nesse mundo sem coração! Eu não sei explicar! Só a fé em Deus que nos faz sonhar ! Acreditar! E saber que cabe a cada um de nós, a vivência de um mundo mais humano, solidário...iluminados por bons gestos, de amor compartilhado.

segunda-feira, 4 de abril de 2011

Belos quadros artesanais





















Onde encontro estes produtos? Casa do Artesão.

Em dois Endereços:

Rua João Donato, 140 Parque da Maternidade.


Mercado Velho
Rua Epaminondas Jácome, Box 06, Centro.
Rio Branco – Acre - Brasil










sexta-feira, 1 de abril de 2011

Como estão nossas cidades?
















Cidades torres

Cidades invisíveis

Cidades futuras

Cidades do rio

Cidades das serras

Cidades do sol

Cidades marginais

Como são nossas cidades?

Como estão nossas cidades?

Construídas em nossas mentes.
O que falta, as nossas cidades?

Ser verde!

Ter vida!

Ter paz!

...?

Para onde escorrem os esgotos?

Qual o lugar dos ratos?

Onde está a comida, de nossa gente?

Lixos nos quintais.

Lixos nas margens.

Amontoado de entulho – consumismo humano.

Fenômeno natural! Fenômeno humano! Como estão nossas cidades?

Nos becos de um precípicio, ou no nosso amanhã. Quem sabe hoje, talvez no nosso mundinho, cercadinho de ninguém.

Vamos! Quebremos as cercas, vamos vê nossa cidade por dentro...vamos pensá-la....vamos construí-la...para o nosso amanhã talvez....


Por Luciane Moraes


Meus amados amigos! Desejo um excelente final de semana pra vocês! TUDO DE BOM*

Deus abençoe a todos!

Um forte abraço!